segunda-feira, 24 de março de 2008

ÉPOCA DE REFLEXÃO



Esta época de Páscoa é bem propícia à reflexão.
É um bom momento para uma auto-avaliação e quem sabe para a incorporação de mudanças no nosso comportamento e modo de pensar.
Dias muito bons para se pensar na amizade, no respeito, na solidariedade, no amor sem cobranças, etc.



Há algum tempo venho recebendo e-mails me pedindo para republicar um texto que escrevi no primeiro ano desse blog.
Os pedidos são relacionados a questões que não me envolvo e sempre falam de alguns atritos que frequentemente ocorrem nas interrelações dos meus blogueiros e das pessoas que frequentam o Orkut da comunidade "Netinho". Não tenho Orkut, nunca entrei nesse Orkut, não sei o que ocorre por lá. Até onde eu sei, é uma ferramenta utilizada por Gegê e por meus fãs para a troca de informações, mensagens, etc.
As minhas únicas ferramentas de comunicação na internet são o meu site e o meu blog.
Neles, nenhuma energia negativa há.
Sou eu quem, pessoalmente, autoriza ou não a publicação de tudo que para lá é enviado.
É portanto, o meu espelho. Do que sou, do que sinto, do que quero passar para as pessoas.
Depois de muitos anos nessa estrada da música e da arte, a compreensão maturada de tudo o que a cerca é muito clara em mim. Hoje não importa para a minha alma o sucesso que faço, o dinheiro que ganho, os discos que vendo, a quantidade de fãs que tenho, etc. É claro que luto diariamente por tudo isso pois são os elementos construtores de uma carreira e da minha profissão. Porém, falo agora sobre a importância disso para a minha pessoa.
O que realmente me importa hoje, o que relmente me toca hoje é o que posso proporcionar a alguém através da minha arte. É poder emocionar, poder marcar um momento na vida de alguém, é fazer nascer um sorriso ou até um choro de emoção. Isso sim é valioso para a alma.
Todo o resto é pó.
Me deixa muito feliz o fato de muitas pessoas estarem se conhecendo através do meu trabalho e do meu blog. Sei que muitas amizades estão nascendo, energias boas estão sendo trocadas, e muito mais.
Vou agora até onde quero chegar: apesar de saber tudo isso, sei também que somos seres humanos, e portanto, somos falhos. Sei que no meio de toda essa boa energia que rola no meu blog e entre os meus fãs e seguidores, também há pessoas más, mesquinhas, pobres de espírito, tristes com sua vida. Como em todo lugar no mundo. Acho isso perfeitamente normal.
Só quero lhes dizer, e através disso lhes fazer também uma sugestão, é que esta energia ruim jamais me alcança ou incomoda. Me mantenho distante de tudo isso.
Leve.
Compreendendo mais esta imperfeição nossa, do homem, lido com ela apenas me afastando e deixando-a ao longe. Tão longe que só mesmo a si ela pode atingir e macular.
É a sugestão que lhes dou nesses dias de Semana Santa em que os corações estão mais propensos à compreensão e à reflexão.
Se alguém falar mal de vocês, um conhecido, desconhecido, ou até mesmo um récem descoberto falso amigo, ignore.
Não se misturem a essa energia ruim.
Não desçam ao limbo de onde esse alguém não consegue sair.
Não se igualem a essa pessoa.
Saibam que ela só merece compaixão e ajuda pois definitivamente é alguém que ainda não descobriu o que é felicidade nessa vida e que ainda tem muito a aprender. Provavelmente é alguém que nunca amou ou foi verdadeiramente amado. Pessoas assim existem e estão por todo lado.
Fiquem atentos!
Saibam também que quando vocês se deixam envolver por esse tipo de comentário negativo, suas mentes podem gerar dentro de vocês energias tão ruins quanto a que aquela pessoa lhes enviou. E essas energias más podem lhes fazer doentes e lhes levar até a morte.

Pensem nisso portanto e sejam felizes dando importância apenas ao que vocês sentem e pensam. A vida é única e preciosa. Não percam seu tempo com esse tipo de gente e de atitude. Cultivem apenas o amor e o positivismo nos corações de vocês. Sempre, em quaisquer circunstâncias.

Republico agora o texto que escrevi aqui no blog no final de 2006 e o texto que me levou a escrevê-lo enviado por minha lindona Elivane, de Fortaleza.
Feliz Páscoa!
Boas reflexões!
Alegria sempre!

gente coloquei esse texto aqui , peguei esse post do blog de Netinho ... bonito e inteligente , vale a pena ler ...

"NÓS E OS OUTROS - A POPULAR FOFOCA

"Você já percebeu quantas vezes somos vítimas dos comentários inconseqüentes
dos outros?
Existem pessoas que só se dirigem a nós com frases maldosas e levianas.
"Soltam o verbo" de forma imprudente, quebrando o silêncio do nosso pequeno
mundo com verdadeiros absurdos.
Dão até parecer sobre a nossa vida e os nossos problemas sem nem mesmo terem
sido consultados para tal fim. Fazem verdadeiros balanços emocionais,
materiais e intelectuais sobre como conduzimos nosso “destino” profetizando
nuvens turbulentas de intensa carga negativa para o nosso futuro.
Quer saber de uma coisa?
Para esses absurdos, fique surdo!

Mude de assunto, peça licença sutilmente, dê meio sorriso e se encaminhe
para outro espaço físico se puder.
Vá até uma janela, busque a luz, olhe para o céu e recarregue suas baterias.
Você estará ensinando a essas pessoas a se comportarem melhor da próxima
vez.
Essa também é uma forma de educar essas criaturas que fazem mau uso das
palavras.
Lembre-se: não deixe que nada lhe perturbe.
Não permita que estraguem o seu dia.
A felicidade é uma estrada reta e sem fim.
Esforce-se diariamente para permanecer nela com passadas firmes, autênticas
e carregadas de um propósito: viver a sua vida de acordo com as suas idéias
e ideais.

Viver é uma arte, alguém já falou isso. Que seja então a arte de transformar
ruídos em música para a nossa alma.

Energias Positivas de Saúde, Paz e Amor!"


Há um ditado que diz "o mal é o que sai da boca do homem!"
Um outro diz que "peixe morre é pela boca!"
Pois bem minha querida Elivane, penso que a fofoca, assim como a inveja e
tantos outros malefícios ainda estão impregnados em nós seres humanos,
apesar do grau de evolução que conseguimos alcançar. São instintos e
sentimentos muito primitivos mas que ainda são inerentes ao nosso
comportamento, à nossa alma.
Cabe a nós todos travarmos uma luta diária contra isso abrindo cada vez mais
espaço para a ética em nossos dias.
Além disso, precisamos atentar também para o fato de que essas coisas vem de
todo lado.
Se estão ainda dentro de todos nós, podem partir também de pessoas queridas,
dos nossos vizinhos e até de pessoas que frequentam nosso círculo de amigos.
Podem vir de qualquer um.
Pessoas que têm ou acham que têm a vida pequena e que procuram se completar
observando, criticando, fazendo inferninho e tentando assim atingir a vida
dos outros.
Pessoas que têm o prazer de distorcer os fatos para ver a fogueira pegar
fogo.
Pessoas que têm o espírito pouco evoluido e sentem prazer com esse tipo de
atitude.

Diante disso penso que a primeira atitude a se tomar é alertar e tentar
ajudar a pessoa a enxergar e a se distanciar desse tipo de comportamento que
não leva a nada. Mostrar a ela que o tempo trará malefícios para a sua
própria vida pois mentira tem perna curta e a verdade sempre floresce. Pode
demorar mas floresce.
Caso a pessoa resista e insista no erro, me afasto!
Saio de "fininho", à francesa, desapareço!
Sei que é algo impossível mas procuro estar sempre cercado por pessoas que
têm boa energia e boas intenções.
É normal termos por perto aqueles lobos que se vestem com pele de cordeiro.
Mas a vida vai ensinando aos que gostam de aprender, e com o tempo vamos
descobrindo mais facilmente esses tipos.
É a vida!
Estejamos atentos, de olhos abertos!
Para as fofocas, fico surdo!
Da mesma forma que não permito falarem mal de qualquer amigo meu.
Pelo menos na minha frente.
Me retiro!

Tolos são aqueles que fofocam, que geram intrigas, que distorcem as coisas,
que não querem o bem dos outros.
Mais tolos ainda são aqueles que dão ouvidos a esses tipos!
É muita falta do que fazer e total perda de tempo!"

Um comentário:

Dumuro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.